Mulher Bambú, você se lembra? Veja como ela está hoje

Eu sou a mulher bambu, uhu, uhu
Vim aqui me apresentar, aha, aha
No funk que é meu lugar, aha, aha
Dizem que eu sou magrela
Enverga mas não quebra { bis }
Na minha rua e na de cima
O povo comigo implica
Olha que coisa mais feia
Parece mais uma vareta.
Bambu no varal enverga
Sempre enverga mas não quebra
Por isso que eu sou magrela
Enverga mas não quebra { bis }
Dizem que eu sou magela
Enverga mas não quebra {bis }


Quem não riu muito com a música e a dança desta figura?
Hoje ela está assim:


E ai, o que achou?
compartilhar com: