Pastor faz campanha para retirar Nossa Senhora da cidade

Uma imagem de Nossa Senhora de Aparecida na cidade de Águas Lindas de Goiás tem sido alvo de polêmica entre evangélicos e católicos da cidade. Desde maio, o pastor Edílson Andrade, da igreja Atalaias, tem coletado assinaturas com a comunidade evangélica da região para pedir a retirada da imagem, que fica em uma praça no Jardim Brasília, bairro que fica na entrada da cidade.

Andrade alega que colocar uma santa para representar o município vai contra a Constituição. "O estado é laico. Colocar uma santa na entrada da cidade é desrespeitar outras religiões, não só os evangélicos como também os espíritas. Por que eles não fazem como os umbandistas, que deixam imagens só nos terreiros?", questiona.

O pastor evangélico afirma que já coletou 3.000 assinaturas e quer mais. "Buscamos 15 mil assinaturas. Vamos fazer uma vigília no dia 21 para pedir a retirada da imagem", afirma. Ele também diz que, se a prefeitura não fizer a remoção da imagem, pretende ir à Justiça: "Pensamos em entrar com uma ação popular para tirar a estátua."

Um grupo de católicos reagiu à tentativa de retirada da santa com um abaixo-assinado e um ato de "abraço à santa" no último domingo. De acordo com nota lançada por um grupo que se denomina "Nossa Senhora Aparecida quer ficar no Jardim Brasília", a imagem tem não deve ser retirada: "A imagem representa o povo que luta e trabalha por esta cidade. Desde 1998 a imagem estava ali no Jardim Brasília", aponta a nota.

E você, tem uma opinião sobre o assunto? Comente!