José Wilker morre aos 66 anos após infanto na casa da namorada

José Wilker morreu aos 66 anos na madrugada de sexta-feira para sábado (5), o ator morreu vítima de infarto fulminante enquanto dormia na casa de sua namorada, a jornalista Claudia Montenegro. Informação que foi confirmada pela Globo News e depois pela Rede Globo, durante transmissão do vôlei. Ele deixa as filhas Isabel, Mariana e Madá Wilker.


Foto de Divulgação/TV Globo

José Wilker começou a carreira como locutor de rádio no Ceará, onde nasceu, e se mudou para o Rio de Janeiro aos dezenove anos.Seu primeiro filme foi em 1965, "A Falecida", com uma participação não creditada. Fez muito sucesso com a novela "Roque Santeiro" na qual deu vida ao personagem-título junto com Regina Duarte e Lima Duarte.Em 1987, se transfere para Rede Manchete, onde dirige o departamento de dramaturgia da emissora, mas em 88, volta para a Globo. Entre 1997 e 2002, dirigiu boa parte dos episódios do "Sai de Baixo", além de ter participado de um dos episódios do programa, em 1998.

José Wilker ficou conhecido por personagens célebres na televisão, como Giovanni Improta, na novela "Senhora do Destino" e o ex-presidente Juscelino Kubitschek na minissérie JK. Em 2012 cai na boca do povo com o personagem Jesuíno Mendonça na novela "Gabriela". O personagem foi marcado pelo bordão "Vou lhe usar", que se tornou febre nas redes sociais. No ano seguinte, narra a chamada da novela "Amor à Vida", e no meio da trama entra no elenco como o personagem Herbert, no que seria sua última trama na TV. 

Sua carreira no cinema também foi bastante extensa, o que lhe garantiu conhecimento e respaldo para participar de coberturas de eventos como as do Oscar. A última aparição pública de José Wilker foi no evento "Vem Aí", gravado na última quarta-feira (02) e exibido na quinta (03).  Ele inclusive brincou com Tatá Werneck. Os dois integraram o elenco de "Amor à Vida", última novela que Wilker atuou.Ele vinha sendo cotado para o elenco de "Geração Brasil", a próxima novela das sete da Globo.