Header Ads

Família de Eliza Samúdio fica revoltada com saída de Bruno da prisão

A família de Eliza Samúdio está revoltada com a libertação do ex-goleiro Bruno Fernandes.

Já era noite, quando Bruno saiu do presídio, em Santa Luzia, na região metropolitana de Belo Horizonte, acompanhado da mulher, Ingrid Calheiros. O goleiro estava preso desde 2010 pelo assassinato da ex- amante, Eliza Samúdio. Ela brigava na Justiça pelo reconhecimento de paternidade e pagamento de pensão ao filho. Segundo as investigações, Bruno e os amigos planejaram o assassinato de Eliza.
O goleiro foi condenado a 22 anos e três meses por homicídio triplamente qualificado e ocultação do cadáver de Eliza e ainda por sequestro e cárcere privado do filho dela. Bruno recorreu, pedindo a anulação do julgamento e conseguiu uma liminar para aguardar em liberdade.
“Independentemente do tempo que eu fiquei também quero deixar bem claro, se eu ficasse lá, tivesse prisão perpétua, por exemplo, no Brasil, não ia trazer a vítima de volta. Paguei por pelo meu erro. Eu vou recomeçar. Não importa que seja no futebol, não importa se seja em outra área profissional. Mas que eu vou estar no meio do futebol, aí, é o que eu almejo para mim”, diz Bruno Fernandes.
Bruno deve informar à Justiça o endereço onde vai morar. O Supremo Tribunal Federal ainda vai julgar o habeas corpus. Se for negado, ele terá que voltar para o presídio. Se não, vai aguardar a decisão sobre o recurso contra a condenação que recebeu em liberdade.
Em Campo Grande, a advogada da mãe de Eliza Samúdio, Maria Lúcia Borges Gomes, disse que a cliente está revoltada. “A dona Sônia tem essa lacuna, esse vazio, essa necessidade de saber onde colocaram o corpo da filha dela, por quê tudo isso, é isso que ela revolta. O silêncio total e ele ainda consegue aguardar o julgamento em liberdade”.

Tecnologia do Blogger.