Header Ads

Criador faz revelações sobre os filmes Face da Morte

"Faces da Morte", você se lembra dos filmes proibido em mais de 40 países? Décadas depois decidiram revelar o que nenhum fã gostaria de ficar sabendo.

Se você cresceu nas décadas de 80 e 90, provavelmente em algum momento se sentiu desafiado a assistir algum filme da franquia "Faces da Morte". O formato era sempre o mesmo: dezenas de casos de pessoas morrendo das mais diversas formas.

Assistir filmes Face da Morte era prova de coragem nas décadas de 80 e 90

O primeiro filme da franquia, lançado em 1978, está perto de completar 40 anos. Aproveitando a lembrança, vale dizer, para quem não sabe, que anos mais tarde veio a confissão de que boa parte das cenas eram falsas.

O próprio slogan que estampava a capa da fita, dizendo que o filme tinha sido proibido em mais de 40 países, era apenas para causar espanto. Há registro que apenas cinco países proibiram a exibição do longa: Austrália, Nova Zelândia, Noruega, Finlândia e Reino Unido.

O formato era, na verdade, um falso documentário, prática que se tornou comum no terror depois, principalmente por filmes como ‘A Bruxa de Blair’ (1999). Porém, naquela época não havia internet nem acesso a milhares de fonte de informação, o que favorecia o crescimento de lendas urbanas.

John Alan Schwartz, criador da franquia, admitiu em 2002 que a cena em que turistas viajando pelo Egito que matam um macaco e comem seu cérebro, por exemplo, foi totalmente armada. O cenário real era um restaurante marroquino nos Estados Unidos, os turistas eram um grupo de amigos do diretor, o macaco era um boneco e o cérebro não passava de couve-flor banhada em sangue cenográfico.


A cena da cadeira elétrica é uma das muitas armações presentes nos filmes. (Imagem: divulgação)


Outra cena polêmica, que mostrava um homem sendo executado numa cadeira elétrica, foi gravada na casa de um amigo de Schwartz. A espuma que saia da boca da vítima no momento do choque era só creme dental.

Misturadas às encenações, porém, há algumas imagens de fato reais: aquelas que mostram animais sendo abatidos e as de acidentes automobilísticos são algumas delas.

Hoje os mesmos tipos de imagens são mostradas à exaustão em campanhas pelo vegetarianismo e programas sensacionalistas de TV, mostrando que o gosto do público pelo mórbido não mudou. Qualquer pesquisa rápida na web por vídeos do tipo retorna com milhares de resultados, inclusive.

‘Faces da Morte’ ainda ganhou cinco continuações, a última delas lançada em 1996. Você se lembra de ter visto alguma delas? Qual cena mais te chocou? Deixe seu comentário.
Tecnologia do Blogger.