Header Ads

8 toques que sua esposa precisa

 

Assim como os homens, nenhuma mulher é perfeita. Eis alguns "toques" ou sugestões que os homens podem dar para suas esposas, para que o relacionamento seja melhor para ambos

Quem conhece as mulheres sabe que a maioria delas é "multitarefas", inteligentes e também muito mais resistentes a certos desafios do que os homens, tais como tratamentos médicos e outras coisas que, para os homens, são muito assustadoras.

As mulheres, porém, têm alguns pontos fracos (assim como os homens), pontos fracos que podem prejudicar os relacionamentos.

Os homens não dizem que "as mulheres são todas iguais", como as mulheres fazem com os homens, porém, existem várias atitudes e comportamentos das mulheres, que são encontrados na grande maioria delas, que podem prejudicar o relacionamento e botar tudo a perder. Os homens então, com jeitinho, podem sugerir algumas coisas para suas amadas, para que as coisas caminhem melhor entre eles dois.

No blog Autoridade Feminina tem muitas ideias do que pode estragar um relacionamento. São "detalhes" que as mulheres precisam tomar cuidado, para que, em vez de aproximarem mais delas o homem a quem amam, não o joguem mais depressa ainda nos braços de outra mulher.

8 "toques" que sua esposa precisa

1. Não "grudar" demais

Com muito jeito (senão já sabe o que pode acontecer!!!), o marido deve mostrar para a sua esposa que ele precisa ter o espaço dele, assim como a esposa também precisa ter o espaço dela. Homens gostam de jogar futebol, conversar com amigos, ir pescar, etc., e não é por isso que deixam de gostar menos da esposa. Se a esposa fica grudada feito chiclete e fica patrulhando o marido 24 horas, isso se torna sufocante para ele e muito ruim para o relacionamento, por mais amor que exista entre eles.

2. Não reclamar demais

Com jeitinho, tente explicar para sua esposa que nenhum de vocês dois são perfeitos, portanto, os dois devem ter paciência infinita um com o outro, para que o relacionamento dê certo. A mulher que quer ter paz de espírito precisa saber que o homem é diferente da mulher (ainda bem, porque assim se complementam). E a maioria dos homens não tem muita sensibilidade, demoram bastante para gostar (se é que um dia conseguem...) de "Discutir Relação", e outras coisas que as mulheres gostariam que o homem fizesse. Se a mulher reclama de tudo, o homem vai ficando cada vez mais chateado. Ninguém gosta de mulheres e nem de homens que são muito "resmungões".

3. Não mudar de humor inesperadamente e sem razão aparente

Num artigo de C.A.Ayres, "10 sinais de que você está destruindo seu casamento", a autora chama a atenção para o fato de que se a mulher (ou o homem) "Ficar explodindo por qualquer coisa, dizer coisas que nunca se deve dizer, abusando psicológica e emocionalmente e trazendo um clima insuportável na convivência com o outro não vai ajudar a relação em nada, nem resolver o problema em si. Busque o autocontrole. Se você não consegue, procure ajuda especializada".

4. Não gastar demais em coisas desnecessárias

Uma das maiores queixas dos homens (muitas vezes infundadas) é a de que as suas esposas gastam muito dinheiro em coisas supérfluas. Dizem, exageradamente, que o que "eles ganham com uma colher, a mulher joga fora pela janela com uma pá". Exageros à parte, a mulher (que é a parte pensante no lar, normalmente), deve pensar muito mais nas coisas mais importantes, antes de gastar o dinheiro de ambos ou só do marido. Aliás, seja como for, o dinheiro deve sempre ser de ambos - seja o marido que trabalhe, ou a esposa, ou de ambos, mesmo que um dos dois não trabalhe fora. Quando for possível, uma poupança deve ser considerada, para os dias difíceis, que sempre vêm.

5. Não ouvir com atenção

Um dos maiores problemas nos relacionamentos é a falta de comunicação ou comunicação truncada. Se não existe diálogo num relacionamento, dificilmente a convivência será prazerosa para ambos. Os dois têm de aprender a ouvir o seu cônjuge, mas ouvir de verdade, e não apenas fingir que ouviu. Às vezes os homens falam pouco, menos do que o necessário, porque suas esposas não escutam o que eles falam, então eles desistem. Ouvir com o coração, então, é fundamental! Outra coisa que está ligada a este mesmo problema é o fato de a esposa achar que é vidente, e fala e faz coisas pelo que acha que o marido está pensando, sem falar com ele. O resultado desse "achômetro", tanto da mulher para o homem como do homem para a mulher, pode ser muito desgastante para o casamento. Fale, pergunte, e ouça com atenção: só assim ambos saberão o que o outro pensa e quer.

6. Ser mal-humorada o tempo todo

Homens de uma forma geral são mais "moleques" e infantis do que as mulheres, e têm um senso de humor meio agressivo, às vezes. A mulher, que é normalmente mais amadurecida do que o homem, muitas vezes não responde bem ao humor do seu parceiro, gerando brigas desnecessárias. A mulher precisa ter mais paciência com o homem, entrar na brincadeira dele, embora ache infantil, tendo sempre em vista o bem maior, que é a paz na família e um relacionamento forte entre os dois.

7. Não gostar da maneira como o marido age com os filhos

Novamente, é importante salientar que os homens pensam e agem diferentemente das mulheres - em quase tudo. Quando um homem vai brincar com o seu filho, por exemplo, ele vai brincar de forma às vezes assustadora para a esposa, que é cuidadosa demais com tudo (às vezes exageradamente). O pai quer preparar o filho para ser viril e forte, por isso tenta fazer atividades e brincadeiras com o filho com esse objetivo, o que pode assustar ou preocupar a esposa. Se não for um caso de perigo claro de vida, a esposa precisa ser menos apavorada com as brincadeiras do marido com os filhos.

8. Ficar com "dor de cabeça" vezes demais

Homens precisam de sexo, normalmente, muito mais do que as mulheres, para se sentirem bem e "másculos". Se a mulher, por estar muito cansada devido ao dia puxado, ou porque ela está chateada com o marido, ficar fugindo sempre dele, ou até mesmo fazer "jejum" para "puni-lo" (consciente ou inconscientemente), tal comportamento pode não ser bom para o relacionamento: o homem ficará frustrado muitas vezes, perderá a autoconfiança porque pensará que a esposa não o ama mais, poderá até render menos no trabalho porque ficará estressado, etc. Não advogo aqui que a mulher esteja sempre "à disposição" do marido, mas sim que tenha bom senso e se lembre de que sexo, para o homem, é coisa que mexe demais com a cabeça dele, para o bem ou para o mal. Um homem muito frustrado, sexualmente, certamente não é o mesmo homem que poderia ser, se tivesse um bom relacionamento íntimo com a esposa.

Portanto, ficam aqui algumas sugestões para as mulheres, que podem também servir para os homens (em alguns casos), para que o relacionamento seja mais satisfatório.
Tecnologia do Blogger.